16 Dicas Práticas De Marketing Digital Para Trazer Mais Freguêses


12 Blogueiras De Moda GREGAS Por você Continuar De Olho


Grande fração dos conteúdos que consumimos pela web nos dias de hoje está em formato de filme, promovendo diversão e entretenimento, aulas e tutoriais ensinando habilidades específicas ou mesmo como uma forma de divulgar opiniões pessoais a respeito de uma infinidade de focos. Segundo uma procura realizada na CISCO, até 2019 mais de 80% do tráfego de detalhes da internet terá esse formato. O futuro dos vídeos?


Para a Paratii, é significativo que os espectadores sejam remunerados por sua atenção e poder de distribuição, em razão de são eles que fazem a magia da internet suceder. E é aí que entra o Blockchain, que torna desnecessária a intermediação de um servidor centralizado que impõe como os criadores vão repartir seus conteúdos e como serão remunerados por eles.


Com a tecnologia descentralizada, os canais, produtoras e pessoas interessadas em repartir seus conteúdos na rede, ganham a liberdade de escolher como e quanto obter com seus vídeos, o que também facilita que novos produtores entrem deste crescente mercado. Na atualidade, a Paratii é financiada por investimentos privados e os planos nesta hora são de estreitar os laços com produtores de assunto independente.


Pro cofundador Paulo Perez, "quando tratamos usuários como participantes de uma rede democrática e equiparamos a atenção deles a um dinâmico real, que anunciantes compram, podemos reflexionar em modelos de negócio totalmente diferentes dos atuais, exploratórios e sobretaxados". Ele ainda questiona: "De imediato pensou se o mundo inteiro que assistisse a uma certa novela no smartphone pudesse ser remunerado por socorrer a conduzir aquele conteúdo adiante?". A Paratii Foundation foi incorporada em Tallin, na Estônia, no fim do ano passado, e coloca lado a lado uma equipe europeia trabalhando em conjunto com uma equipe brasileira pra descentralizar e empoderar criadores e expectadores.


Daniel Quandt, community management e responsável por conteúdo da Paratii, falou com o Canaltech e explicou que, nos dias de hoje, a plataforma conta com mais ou menos setenta uploaders, que subiram cerca de 300 videos nas últimas semanas. Segundo ele, a criptomoeda da Paratii, a PTI, servirá de base pra trocas financeiras pela plataforma, por intermédio de tokens. Ela pode ser negociada nas bolsas de valores, e também convertida em reais e novas moedas pro saque dos valores. Quem ficou interessado, pode se inscrever no web site da Paratii para se candidatar como criador de tema. As inscrições prontamente se encontram abertas e mesmo quem ainda não tem canal em outros serviços de vídeo online podes se associar à plataforma.


  • 89 Vias x Estrada

  • 5 plugins para gerar um website de e-commerce em WordPress

  • Menos que 3%: muito fraco

  • Obtenha infos sobre isso um campeonado de futebol

  • duzentos g de cogumelos paris



Aos dezoito anos, Manuela estrada a odontologia como a profissão perfeita pra ela. Filha de dentista, ela se graduou pela UFRJ, dando começo a uma carreira bem-sucedida na área. Com apenas quatro anos de criada, ela de imediato trabalhava mais de 10 horas por dia e atuava como dentista da Marinha.


“Não tinha do que reclamar, ganhava bem, viajava”, conta. “Mas não me identificava concretamente com a profissão, não era feliz”. Na pesquisa por uma escolha à odontologia, ela acabou sendo contratada por uma agência de publicidade e branding e, dois anos mais tarde, entrou pra equipe do Google. Na atualidade é gerente de parcerias no YouTube. No momento em que percebeu que queria modificar de carreira?


Manuela se lembra bem de uma conversa com sua mãe, em que ela citou que a filha havia vencido, chegado ao topo, todavia parecia desalegre. “Isso me petrificou, por causa de percebi que aquilo estava estampado pela minha cara”, conta ela. Logo depois, ela se casou e se mudou para São Paulo.


Recomeçar a existência do zero em uma cidade nova foi a oportunidade perfeita pra migrar de área profissional. O procedimento durou cerca de 9 meses. “Durante uma viagem com amigos, comentei que estava mudando de carreira e uma amiga me perguntou se não poderia ser pra vendas”, diz Manuela. “Eu ri e argumentou que não, dado que era dentista, porém ela me respondeu: ‘E daí? Eu te contrataria…’”. A partir deste momento, ela passaria a olhar outras alternativas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *